sábado, 23 de julho de 2011

ÚLCERA DE PESSÃO

















              VOCÊ SABE O QUE É ÚLCERA DE PRESSÃO?




Conhecida  também como escara  ou úlcera de decúbito


    úlceras de pressão ou escaras, como são conhecidas popularmente, são complicações em pacientes hospitalizados, internados em casas de repouso, asilos ou mesmo em ambiente domiciliar. Elas ocorrem, não somente no Brasil, mas, em outros países, até mesmo os mais desenvolvidos. Atingem principalmente indivíduos imobilizados no leito e/ou acamados ou com restrição de movimentos devido a alguma doença ou seqüela. As úlceras de pressão desenvolvem-se quando o tecido (pele) é comprimido entre a proeminência óssea e a superfície externa (cama, colchão) por um longo período de tempo. Acontece quando a pessoa permanece muito tempo acamada.


Ficar muito tempo sobre uma  cadeira em uma mesma posição leva a um aumento de pressão sobre a pele. Ao mesmo tempo, o peso do corpo empurra os ossos contra os vasos sanguíneos. Com esta pressão de fora para dentro e de dentro para fora, a circulação sanguínea pode ficar prejudicada em uma determinada região e surge a úlcera por pressão.


Os locais onde é mais  frequente surgirem úlceras de pressão são a região do sacro, região trocantérica e calcanhares. Qualquer zona do corpo que esteja sujeita a uma pressão não aliviada é passível de desenvolver úlcera de pressão (cabeça, orelhas, braços, pernas, etc.).


ESTÁGIOS DA ÚLCERA DE PRESSÃO


ESTÁGIO 1 - A pele fica muito avermelhada, mas intacta.


ESTÁGIO 2 - A pele fica lesada em forma de bolha, abrasão ou cratera.


ESTÁGIO 3 - A úlcera ultrapassou a pele, mas ainda não acometeu o músculo.


ESTÁGIO 4 - A úlcera ultrapassou outros tecidos, chegando aos músculos, tendões ou ossos.




 COMO EVITAR AS ÚLCERAS DE PRESSÃO?
Evitar as úlceras de pressão é um grande desafio para as equipes de saúde. É comum associarem a presença das úlceras como conseqüência negativa da assis­tência de enfermagem. Entretanto esta questão é discutida mundialmente, pois, o aparecimento das úlceras envolve outros fatores como:





NO TRATAMENTO DE ÚLCERA DE PRESSÃO É IMPORTANTE:


● Declínio das condições físicas do paciente;
- falência das condições nutricionais, ou seja, deficiência de vitaminas, proteínas, e água nos tecidos;
- idade, quando a pele torna-se mais frágil e propensa a desenvolver lesões;
- indivíduos muito emagrecidos ou muito obesos; entre outros.


Auto-cuidado do cadeirante para prevenir úlceras de pressão.

Alguns cuidados no posicionamento do pacíente também são muito importante:






OBSERVAÇÕES:
Os cuidados com os idosos e pessoas com alguma dificuldade de se locomover é essencial. Para evitar acidentes e futuros casos de úlcera de pressão.












             ●  Colocar barras de segurança para apoio nos banheiros.






     A  ALIMENTAÇÃO É MUITO IMPORTANTE


Procurar ajudar de um profissional da área de nutrição;
Fazer uma dieta balanceada e saudável;
Tomar de 1 a 3 litros de água por dia;
E seguir as orientações para uma boa alimentação.
Aqui você vai encontrar muitas dicas










NÃO ESQUEÇA


                   Desnutrição = Retardo da cicatrização
Para combater a desnutrição e acabar com a Úlcera de Pressão é preciso de uma dieta calórica, rica em proteína e carboidrato, para promover um balanço positivo de nitrogênio e suprir as necessidades metabólicas e nutricionais. Um suplemento alimentar rico em nutrientes essenciais para a cicatrização da pele como proteína, arginina e micronutrientes como zinco, vitaminas A, E, C e carotenóides têm papel importante no tratamento das úlceras por pressão, especialmente em idosos acamados ou com mobilidade reduzida e que possuam algum grau de desnutrição.
Nota: A arginina é um aminoácido que não é essencial e que pode ser sintetizado pelo corpo
Então conheça agora alguns aliados para o combate a Úlcera de Pressão...



FIQUE DE OLHO


Guia de conduta

      Você precisará de alguns nutrientes:
 




       Fontes de aminoácido:


Aminoácidos = Aminoácidos são os blocos de construção que constroem  a proteína e ajudam a abastecer os músculos esqueléticos.





vitamina E = são óleos vegetais como os de girassol, palma, milho, soja e oliva. Outros alimentos ricos em vitamina E incluem nozes, semente de girassol, kiwi e germe de trigo. Outras fontes de vitamina E são grãos integrais, peixe, leite de cabra e vegetais verdes folhosos.


Vitamina C = Os alimentos mais ricos em vitamina C são frutas e vegetais. A vitamina C também está presente em certos cortes de carne, especialmente o fígado. Vitamina C também está disponível em várias formas de suplementos nutricionais. Dentre as fontes vegetais de vitamina C destacam-se: acerola, frutas cítricas, kiwi, brócolis, papaia, melão, uva, espinafre, manga, tomate, couve-flor, repolho, morango, abacaxi, melancia, abacate, banana, maçã e pêra.





Selênio = Produtos derivados do trigo, carne bovina e de aves, contribuem para uma boa quantidade desse nutriente. Mas as fontes mais ricas são: castanha de caju, castanha-do-pará, germe de trigo, farelo de cereais, miúdos como fígado e rins, frutos do mar como atum, bacalhau e salmão.

Vitamina K= Fontes de vitamina K incluem vegetais verdes folhosos (como espinafre e alface), repolho, brócolis, couve-flor, germe de trigo, carne de órgãos, cereais, banana, abacate, kiwi, laticínios, ovos e soja.


Ferro = fígado, peixe, galinha, mariscos, coração, carne magra, feijão seco, feijão e grãos, agrião, couve.                                                                                                                 





Zinco= Carnes, frutos do mar (ostras), cereais integrais, leguminosas. As melhores fontes de zinco são de origem animal.


Vitamina A = carnes, leite e derivados, gema de ovo, fígado (retinol), vegetais de cor amarela, laranja (beta-caroteno).






Complexo B = As vitaminas B são provenientes de várias fontes naturais. Alimentos ricos em vitaminas B incluem banana, lentilha, batata, pimenta, óleo de oliva, peru, fígado e atum. Levedo e melaço são fontes especialmente boas de vitaminas B. Cerveja, devido ao levedo, é uma fonte boa de vitaminas B.





Magnésio = Castanhas, nozes, leguminosas, cereais, vegetal folhoso–escuro, frutos do mar.







Agora conhecendo todos esses nutrientes, vitaminas e suas fontes tenham-os em sua dieta assim à Úlcera de Pressão terá um fim.

  IMPORTANTE

Mais se lembre temos que ter uma dieta HIPER HIPER, ou seja hiper calórica e hiper protéica para conseguirmos a proliferação das células de colágeno e estabilização da síntese de colágeno e retração da ferida.
E NÃO ESQUEÇA:

TOME OS DEVIDOS CUIDADOS NO TRATAMENTO

Procurar sempre uma posição confortável
Tome bastante água
Tenha atenção com a higiene
Alimente-se bem com nossas dicas




E SEJA MUITO FELIZ





    Em geral, nove décimos da nossa felicidade baseiam-se exclusivamente na saúde. Com ela, tudo se transforma em fonte de prazer.’
                                                                                    Arthur schopenhauer

                      Autoras:
                                      Jaqueline Manzano
                                            Josiane da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário